Família Aires

A família Aires não tem muitos registros a respeito de sua origem. Os dados apresentados são prováveis relatos sobre seu surgimento. Se você pertence à família Aires, vai gostar de saber um pouco mais sobre seus ancestrais.

O sobrenome Aires, assim como tantos outros, não surgiu no Brasil, por uma simples razão de que o Brasil foi colonizado e habitado primeiramente por estrangeiros. Dessa forma, os sobrenomes vêm de outros países e acabam ganhando popularidade uma vez que os imigrantes fizeram do Brasil sua nova morada.

Origem da Família Aires

O sobrenome Aires tem origem inglesa. Os genealogistas cogitam hipóteses que esse nome seja de origem patronímica do nome Aier que faz referência a um herdeiro que vem do inglês “Eir ou eyr”.

Esse sobrenome também pode ser considerado um hipocorístico, que significa sufixo ou duplicação de sílabas, muito usando nos nomes germânicos que se iniciam por Hênri e Hari.

A origem do sobrenome Aires diferente de outros sobrenomes ainda não teve sua árvore genealógica totalmente desvendada. O que encontramos foram suposições a respeito de sua origem. Ainda não há nenhum dado certo, são apenas hipóteses.

Curiosidades

No Brasil um dos membros da Família Aires mais conhecido foi o Dr. Francisco Aires da Silva que deixou um acervo com 939 livros do século XVII E XIX. E seus descendentes pretendem fazer uma parceria com a prefeitura de Porto Nacional para que seu acervo seja preservado como forma de legado para as atuas e novas gerações.

O ato dessa família registra a importância de preservar a memória de uma figura tão importante para o país e para sua família.

Variantes do Sobrenome Aires

O sobrenome Aires possui algumas variantes. As mais conhecidas são Ayres, Aiers, Airs e Era. Elas são representação desse sobrenome em outros países.

Brasão da Família Aires

O Brasão dessa família é representado por um escudo de ponta arredondada. O esmalte é todo verde e tem a mão de um cavaleiro vestido com armadura segurando uma espada.

Provavelmente a representação do cavaleiro revela que essa família tenha descendentes que participaram das guerras e foram reconhecidos por sua bravura, lealdade e comprometimento diante do rei. Assim, ganharam o direito de ter o sobrenome Aires e lhes foi concedido o brasão das armas.

Compartilhe com seus amigos...Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter

91 respostas para “Família Aires”

  1. Olá Helcio,
    Procuro informações sobre Venâncio Ayres.
    O que sei sobre ele, é que foi delegado de polícia em várias cidades do interior de SP: Tietê, minha cidade, foi uma delas, em 1923. Até meados da década de 30, passou pelas cidades: Atibaia, Bananal, Cruzeiro, Assis, Guaratinguetá…
    Em 38 assumiu a Superintendência do DEOPS, cargo que exerceu até +/- 1946.
    Gostaria muito de saber um pouco sua vida antes de 23 e após 46.
    Agradeço muito se puder me ajudar.
    Att
    Zé Luiz Meucci = (15) 9-9116.9274 – zemeucci@gmail.com

  2. Olá, meu nome é José Luiz Meucci.
    Estou tentando concluir uma pesquisa sobre o sr. Venâncio Ayres.
    Sei que foi delegado de polícia em Tietê em 1923.
    Depois, passou pelas cidades de Atibaia, Cruzeiro, Bananal, Assis, Guaratingueta.
    Em algum ano da década de 30 assumiu uma delegacia do DOPS-SP.
    Em 1938 assumiu a Superintendência do DEOPS-SP, posto que chefiou até aprox. 1946
    A partir deste ano não tenho mais informações.
    Se deixou a polícia; se foi casado; quando e onde faleceu…
    Enfim, gostaria de saber estas e outras informações… caso alguém possa me ajudar eu ficarei muito agradecido.
    (15) 9-9116.9274 – zemeucci@gmail.com

  3. OLA O PAI DE MINHA ESPOSA CHAMAVA-SE DARCI AYRES VIEGAS,FILHO DE SANTA CRISTINA AYRES VIEGAS E DE PEDRO VIEGAS,SUA FAMILIA E DE PELOAS RS,MAS VEM DE MONTE BONITO,DISTRITO DE PELOTAS,ONDE ENGARRAFAVAM AGUA MINERAL,UM SENHOR CONHECIDO COM HENRIQUE VIEGAS.A AVÓ DE MINHA ESPOSA MORREU AO TER SUA ULTIMA FILHA QUE NAO SE SABE O NOME POIS FOI DADA PARA UMA FAMILIA CRIAR POIS COM A MORTE DE SUA MAE SEU PAI TRABALHAVA NO CORTE DE METRO JUNTAMENTE COM SEUS IRMAOS:DARCI AYRES VIEGAS,DALVIM AYRES VIEGAS,JOAO CARLOS AYRES VIEGAS E TAMBEM OS IRMAOS POR PARTE DE PAI JULIETA VIEGAS,PAULO ROBERTO RODRIGUES VIEGAS,ANTONINHA VIEGAS,E ESTA QUE NAO SE SABE O NOME.SE ALGUEM TIVER ALGUMA INFORMAÇAO POR FAVOR NOS REPASSEM SOMOS DE CAPAO DO LEAO,DESCULPE A ORTOGRAFIA MEU COMPUTADOR NAO ESTA FAZENDO CORREÇAO ORTOGRAFICA.

    1. Meus patrícios da Família Ayres. Sou José Carlos Ayres em Araras SP. Filho de Severino Ayres de Campina Grande PB . Filho de Irene Leme Ayres de Leme Sp . Neto de Sebastiao Ayres de Campina Grande Pb . Isto é que sei de nossa família . Falam muito que tenho muitos parentes na Paraíba em algumas cidades não sei dizer não pois fazem muitos anos que não por aí. Se alguns Ayres quiserem entrar em contato comigo meu e-mail é ayres@ayres.adm.br.

  4. Olá, sou Antônio Carlos Aires da Silva, filho de Antônio Aires da Silva e neto de João Aires da Silva. Minha família Aires reside na cidade de Condeúba-BA desde o século XIX.

  5. Olá Sou Nágela Aires Pereira e minha mãe é Luzia Aires do Nascimento, estou tentando fazer minha genealogia mas nao sei muito sobre a família Aires. Minha era do Rio Grande do Norte, se souber de algo por favor me informe. Grata.

  6. Olá meu nome é Manoela Simões fernandes, meu avô se chamava Vilmo Aires Fernandes e gostaria de saber mais sobre esse sobre nome e sobre a família né as origens, gostaria de saber sobre a árvore genealógica, se alguém souber algo me manda um e-mail fernandesmanu30@gmail.com

  7. Me chamo Natalia Aires dos Santos, sou de Formosa do Rio Preto-Bahia. Minha bisavó chamava Maria Angelica ayres( com y) lendo os comentários puder perceber que esse Sobrenome Aires , está espalhado por todo Brasil.

  8. Eu sou Aecio Aires Fernandes, nascido em Dianópolis, gostaria se tiver um grupo WhatszApp, ou Facebook mim acionar, gostaria de desvendar minha origem meu celular ou ZAP 61996071219 ou email aecioaires@gmail.com.
    Um grande abraço
    Aecio Aires

    1. sr Cristiano; eu o cumprimento esperando encontra-lo bem; a sua descendência , pela linha da família Ayres, deve reportar-se aos idos de 1554 (não há certeza quanto à data), com a chegada ao Brasil da expedição de Martim Afonso de Souza. Teriam integrado essa expedição quatro irmãos de sobrenome Gaia, estabelecidos na região de São Sebastião, com exceção de um deles que se dirigiu à região do atual Estado do Espirito Santo. A formação da genealogia Gaia derivou também pela região das atuais cidades de Itapetininga e Sorocaba e, como referência mais recente para facilitar a pesquisa genealógica, é mais fácil focar no patriarca Paulino Arias de Aguirre. São dessa genealogia: Rafael Tobias de Aguiar, patrono da Policia Militar do Estado de São Paulo, filho de Gertrudes Ayres de Aguiar, nascido em Sorocaba; Venâncio Ayres, advogado abolicionista, nascido em Itapetininga e participante da Convenção Republicana de Itu; o senador da Republica Pinheiro Machado assassinado no Rio de Janeiro em 1916 e Ataliba Leonel integrante da Revolução Constitucionalista de 1932. Existe um site denominado Genealogia Paulistana no qual o sr. poderá verificar toda a formação da família Ayres aqui no Estado de São Paulo. Na cidade de Sorocaba existe um centro de genealogia que talvez disponha de documentação que possa complementar estas informações e na cidade de Itu, em frente ao Bar do Alemão, está o solar que durante muitos anos sediou a escola de Primeiro Grau Dr. Cesário Motta e que foi a residência da Baronesa de Itu, filha de Rafael Tobias de Aguiar e da Marquesa de Santos. Abraço. Helena

      1. Excelente contextualização, Helena.
        Assim como o Cristiano, também sou Ayres com “Y”. Por outro lado, a história que você conta não faz referência direta à história familiar que temos, uma vez que meu bisavô Ayres veio da Espanha. Salvo se houve um retorno para a Europa e depois uma nova imigração, isso não responderia ao caso (mas existe essa possibilidade, já que estamos falando de séculos de distância entre um fato e outro).
        De qualquer forma, agradeço por compartilhar o seu conhecimento e buscarei me informar melhor.
        Um fraterno abraço!

        1. Olá Henrique.

          Há um tempo fiz bastante pesquisa sobre a origem da nossa família. Tudo é muito impreciso realmente. O que consigo ver de mais interessante é que a origem mais provável é realmente regiões altas (airs) da Escócia. Depois teriam migrado para Espanha (que tem um brasão diferente) e Portugal (que é esse brasão verde com o punhal). De Portugal teria vindo para o Brasil. A diferenciação do Y teria vindo de uma briga entre dois irmãos.

      2. Voce chegou proximo, Fernando Arias de Aguirre, foi Alcaide mor de São vicente, em fins dos anos 1500, o Arias foi aportuguesado para Ayres. Provavelmente de origem espanhola e judaica, foi a serviço da Espanha junto com seu irmão como administrador do Mexico. Com a morte de D. Sebastião herdeiro de Portugal, a coroa ficou durante décadas gerida pela Espanha por laços hereditarios ate o reconheccimento de novo herdeiro legítimo. Razão essa que fez com que a Espanha fizesse gestões de pessoal recomendando gestores para o Brasil. Fernando ficou no Sul e seu irmão foi para Pernambuco já como Ayres de Aguirre e foi com esse nome que seu filho resistiu ao ataque dos Holandeses ao forte de Itamaracá. Começa aí a geração nordestina dos Ayres. No sul sempre foram litoraneos, sendo o maior nucleo em São Sebastião se espalhando por Parati, RJ. ES. MG. Quando o Coronel Paulino Ayres de Aguirre foi convocado a servir em Sorocaba, ele casou-se com a filha do capitão mor de lá, Salvador de Oliveira Leme mais conhecido por Sarutaiá e abriu uma grande ala na descendencia no interior de Sp ate o RS.

  9. Olá meu nome é Luiz Aires de Oliveira e sou neto de José Aires do nascimento com Cecília de Oliveira Aires, minha mãe disse-me que o meu avô veio do Ceará
    Moro em Manaus Amazonas.

  10. Getulio Aires Manfroi, filho de Silvia Mara Aires Da Silva, filha de Enethe Rocha Aires, filha de Castorino Aires Da Silva(1903 nascimento); filho de Miguel Aires Da Silva com Ludelina Aires Da Silva. Esses de Porto Nacional no Tocantins. 4/5 gerações ao longo de 115 anos.

  11. Meu nome é Henrique Leal Aires Neto. Estou tentando saber mais da história da família. Meu Bisavô se chamava Alsebíades Ayres da Silva, não sei onde nasceu, mas faleceu em Carolina Maranhão. abraços.

    1. Henrique, me chamo MANOEL DA SILVA AIRES, moro em Macapá – Amapá, mas sou natural de Carolina MA. Meu pai – Benedito Vicente de Souza Aires, é natural de Buriti Bravo, MA. Segundo um primo em segundo grau – ANTONIO DE LISBOA AIRES, também natural de B Bravo, aquela cidade era conhecida por “Berço dos Aires no Ma”. Meu e-mail é: neco_aires33@hotmail.com. Um abraço a todos

      1. Olá, Henrique e Manoel! Meu nome é Valéria Sardinha Gonçalves e meu avô era de Carolina MA. Seu nome era Raimundo Aires Sardinha e minha avó Rita Cavalcante Sardinha, irmão de Benedito A. Sardinha e ambos filhos de Temistocles.

  12. Bom dia…meu nome é Darlene Silva Aires,mora na Bahia, e o que eu sei do meu sobrenome é que ele vem do meu avô paterno….por aqui só tem minha família com esse sobrenome,eu gosto muito do meu sobrenome.

  13. Me chamo, cleudilene aires da Silva, neta de Manoel Aires da Silva, natural da cidade de Meruoca no Ceará Meu avô veio para o Acre ainda muito jovem ,para a extração da borracha veio com intenção de voutar para a família, porém Não realizou o sonho, pois nunca obtinha saldo com seus patrões para sua volta.

  14. Olá. Meu nome é Rosilaine Ayres, o meu avô era Roldão Ayres da Silva pai da minha mãe Derly Ayres, ele faleceu com 104 anos. Si tiver alguém aí quiser add no face só procura Rosilaine Ayres.

  15. Eu sou CARLOS ANTONIO RUFINO AIRES neto de MANOEL AIRES DE QUEIROS, Somos do Estado da Paraíba, meu avô nasceu no antigo distrito de Parari hoje cidade. Toda família AIRES migraram para a Cidade de Cabaceiras onde se deixaram ate os dias atuais. Um abraço a todos.

    1. me chamo Valdenne Lima Aires e acho que sou de sua Família, moro em Cabaceiras e sou neta de Francisco Aires Cavalcante que nasceu em Parari.

  16. Sou Nadir Aires da Silva Foi me contado que meu avo chagou ao Brasil ainda jovem com 19 ano ,veio da Argentina com seus pais e outro tio .eram duas familias por vlta de 1870 e se estabeleceroam no sul do Rio Grande do Sul.Dizem que nesta época havia uma grande crise na Argentina . Eram agricultores e estão espalhado por Canguçu, Pelotas ,Pedro Osório São Lourenço e região,Se alguém souber mais solicito informações.

  17. QUE LEGAL!ESSE SOBRE NOME AYRES FAZ ME SENTIR SAUDADE DO PASSADO DE QUANDO MH MÃE MARIA DA ANUNCIAÇÃO PEREIRA AYRES(CONHECIDA COMO NANÁ) FILHA DE PEDRO PEREIRA E DE JOANA LENYR AYRES, AMBOS DE PORTO NACIONAL)CONTAVA HISTORIAS DA FAMÍLIA AIRES TENHO AIRES TB P PARTE PATERNA .TENHO ORGULHO D PERTENCER A FAMÍLIA AIRES.

    1. Os Ayres de Porto Nacional, Catalao, Dianopolis, Porto alegre, tem a mesma origem e sao os mais antigos que vieram de Portugal, Espanha e America.

  18. Que maravilha!! sou AURENILDE AIRES, sou de Formosa do Rio Preto_BA, meu sobrenome Aires é por parte de meu avô Horácio Aires falecido há 10 anos. Sempre tive muita curiosidade em conhecer a origem do sobrenome pq aqui em Formosa do Rio Preto BA os poucos AIRES são realmente parentes.

  19. Embora nao assine Aires, minha familia é Aires, Moro em Alvorada TO, Meu pais é de Catalão Goias, Minha Avo, Maria Jose Aires, é de Patrocinio, seu pai é de Dianópolis, onde aconteceu a famosa guerra dos Aires contra os Caiados, os pais dela eram portugueses, apos a guerra, eles foram para Catalão, e muitos foram para Porto Nacional tambem mas é a mesma familia, existem alguns no Maranhão tambem.

  20. Meu nome é Márcia Ayres Corrêa, meu avô materno se chamava Augusto Madureira Ayres, ele contava que veio da cidade do Porto em Portugal, morava na Rua da Firmeza e veio para o RJ muito jovem, morou na Tijuca, onde conheceu minha avó materna e se casou com ela, minha avó se chamava Isabel Medeiros Ayres.Procuro por descendentes da família Ayres.

  21. Tem uma vertente grande desse sobrenome no interior da Paraíba, mais precisamente no Cariri, onde é bastante difundido, não sabemos ao certo, a origem inicial do nome. Alguém sabe explicar?

  22. Boa noite !!! Sou Isadora Aires, meu pai se chama Jarbas Florêncio Aires da Silva e é Porto Nacional/TO. Será que tenho algum primo por aqui ???

    1. Olá Isadora tudo bem?
      Que legal, minha vó se chamava Delfina Aires e meu avô: Antônio Claudino Florêncio, será que somos parentes haha.
      Sou Natural de Avaré/SP, mas infelizmente não temos histórico sobre os descendentes, o que contam é que talvez vem de origem Italiana.

      Um abraço.

      Diego Tomé Aires

  23. Morena, meu pai tem um irmao por nome Alfeu Aires da Silva, acho que podemosser primas sim. se informe se ele tem irmao com nome Alexandre Aires da Silva, Antonia, Ambrosina, Joao, Aguidon(nao sei se escreve assim), Jovelina, Maria, acho que tem mais algum.

  24. Devido erro do cartório de registro meu nome ficou Aris.
    Maria José Aris Silva.
    Neta de Raimundo Aires da Silva e
    Jovita Alves Bezerra (Porto Nacional)
    Filha de Alexandre Aires da Silva.
    Moro em Uberaba_MG.

    1. Boa Tarde! Tenho muita curiosidade em descobrir e saber mais sobre minha descendência, me chamo Henrique Aires Da Silva, meu avo se chama Paulo Aires, falecido a alguns meses, não sei absolutamente nada sobre minha origem. Alguem poderia me ajudar a explorar esta maravilha? rsrsrsr Muito obrigado rsr

  25. Sou neta de Raimundo Aires da Silva e Jovita Alves Bezerra, ambos falecidos a muitos anos. Mantenho contato com alguns primos de Palmas, Porto Nacional e Maresias tbm alguns fios em Brasília. Meu pai faleceu a 13 anos.
    Moro em Uberaba_MG

  26. Sou da região do Vale do Paraíba estado de SP. Meu avô José Ayres Sobrinho é de Guaratinguetá onde também encontra família Ayres Miranda. Na cidade de Cunha a família Aires é tradicional.

  27. bacana, meu nome e julio cesar aires, sou de GOIÁS, herdei esse sobrenome do meu pai jose aires de araújo…sorte a todos os aires do BRASIL…

  28. A familia Ayres paulista e carioca, vem de Fernando Arias de Aguirre, de origem espanhola que foi administrador da colonia do Mexico pela Espanha e depois contratado pelo governo Portugues para se Alcaide mor de São Vicente no final dos anos 1500.Deixou vasta descendencia sempre no litoral de Itanhaem até Parati e Angra dos Reis. O nucleo familiar estava mesmo em São Sebastião. Em meados de 1700, o Coronel Paulino Ayres de Aguirre, subiu a serra e se estabeleceu em Sorocaba casando-se com a filha de Salvador de Oliveira Leme (0 Saruthayá) capitão-mor da cidade e dai os Ayres se proliferaram pelo interior de São Paulo, Parana e Rio Grande do Sul. Descendentes dele: Venancio Ayres, Salvador Ayres Pinheiro Machado, Rafael Ayres Tobias de Aguiar etc. e eu neto de Fortunata de Oliveira Ayres.

    1. Nomes como o de Joaquim Ayres, pai de Abílio Wolney, de Sao Jose do Duro, atual Dianopolis, tambem, Manoel Jose Ayres da Silva e seus descendentes, Pedro Ayres da Silva, Joao Ayres da Silva, netos como Cristiano Ayres da Silva etc, sao todos da mesma genealogia !

  29. Meu nome é Pedro Henrique Ayres, moro em Goiânia, sou neto de Edgar Ayres da Silva e bisneto do grande Francisco Ayres da Silva, sitado na página acima. Minha família vem de Porto Nacional, e é muito bom saber que somos uma família bem tradicional neste país.

  30. Olá! Sou Lucas da Silva Ayres, Angra dos Reis – Rio de Janeiro. Não sei quase nada sobre antepassados mas gostaria de saber rsrsrsrs

  31. Meu nome é João Aires da Silva, moro no Estado do Amapá. Meus familiares descendem do Estado do Pará. Um dos avós, nasceu por volta de 1860, num vilarejo de nome Mazagão Velho, que tem uma festa trazida de Marrocos – Festa de São Tiago, em 25 de julho, que relembra a luta de Cristãos e Mouros (Muçulmanos); muito interessante.

    1. Nossa que legal quem sabe não somos parentes rs minha família Aires é do estado do Pará também minha bisavô era Ilda Aires da Silva e minha avô Ana Rita Aires da Silva

  32. Meu nome é lucimar Aires fernandes meu bisavô se chamava João Basílio aires ele era alemão moro em santa Efigênia de minas vcs me encontra pelo fac lucimar Fernandes.

  33. nossa! minha mãe que também é uma Aires disse que meu bisavô era italiano e veio para o brasil não se veio para Rio Grande Do Sul ou Minas Gerais mas sei que eu nasci em MG!

  34. Meu avô chamava-se Prudente Ayres da Silva nascido em Itaboraí RJ meu bisavô chamava-se Idalécio Ayres da Silva também de Itaboraí RJ minha bisavó falavam que era de origem cigana se chamava Rosa , não sei seu sobrenome antes do casamento com meu bisavô.Também não sei origem de nossa família,talvez agora venha conhecer alguém com mesmo sobrenome que saiba a origem da família Ayres da silva ,na localidade citada acima,Itaboraí.

  35. OLÁ FAMÍLIA AIRES, MEU NOME É GETÚLIO AIRES DA SILVA, MORO EM GOIÂNIA, ESRADO DE GOIAS, EU SOU FILHO DE JOSÉ AIRES DA SILVA, MEU AVÔ POR PARTE DE PAI CHAMAVA-SE, PONCIANO AIRES DA SILVA, ORIGEM DA CIDADE DE CATALÂO, ESTADO DE GOIÂS.

    AMIGOS, ALGUMAS HISTÔRIAS CONTADAS É DE QUE ALGUNS ESPANHÓIS E PORTUGUESES, ATRACARAM SUAS EMBARCAÇÕES NO ESTADO DO MARANHÃO PARA EXPLORAR O PAU BRASIL E MINAS DE OURO.
    POSTERIORMENTE, OS BANDEIRANTES VIERAM DESBRAVAR O CENTRO OESTE BEASILEIRO E MAIS PRECISAMENTE PRÓXIMO AO ESTADO DE MINAS GERAIS EM FUNÇÀO DE TEREM DESCOBERTO OURO E DIAMANTE NA REGIÃO ONDE É HOJE A CIDADE DE CATALÃO, ESTADO DE GOIÁS.

    AINDA FOI DITO QUE A CIDADE DD CATALÃO TEM ESSE NOME EM FUNÇÃO DO NOME DA REGIÃO DA CATALÜNIA, CUJO PAIS É A SPANHA.

    EU TENHO MUITO INTERESSE EM DESVENDAR ESSA HISTÓRIA.

    AOS HISTORIADORES E PESQUISADORES QUE NOS ĹÊ, ESTÁ AQUI FATOS A SEREM ESTUDADOS.

    UM FORTE ABRAÇO A TODOS DA FAMILIA AIRES.

  36. OLÁ FAMÍLIA AIRES, MEU NOME É GETÚLIO AIRES DA SILVA, MORO EM GOIÂNIA, ESRADO DE GOIAS, EU SOU FILHO DE JOSÉ AIRES DA SILVA, MEU AVÔ POR PARTE DE PAI CHAMAVA-SE, PONCIANO AIRES DA SILVA, ORIGEM DA CIDADE DE CATALÂO, ESTADO DE GOIÂS.

    AMIGOS, ALGUMAS HISTÔRIAS CONTADAS É DE QUE ALGUNS ESPANHÓIS E PORTUGUESES, ATRACARAM SUAS EMBARCAÇÕES NO ESTADO DO MARANHÃO PARA EXPLORAR O PAU BRASIL E MINAS DE OURO.
    POSTERIORMENTE, OS BANDEIRANTES VIERAM DESBRAVAR O CENTRO OESTE BEASILEIRO E MAIS PRECISAMENTE PRÓXIMO AO ESTADO DE MINAS GERAIS EM FUNÇÀO DE TEREM DESCOBERTO OURO E DIAMANTE NA REGIÃO ONDE É HOJE A CIDADE DE CATALÃO, ESTADO DE GOIÁS.

    AINDA FOI DITO QUE A CIDADE DD CATALÃO TEM ESSE NOME EM FUNÇÃO DO NOME DA REGIÃO DA CATALÜNIA, CUJO PAIS É A SPANHA.

    EU TENHO MUITO INTERESSE EM DESVENDAR ESSA HISTÓRIA.

    AOS HISTORIADORES E PESQUISADORES QUE NOS ĹÊ, ESTÁ AQUI FATOS A SEREM ESTUDADOS.

    UM FORTE ABRAÇO A TODOS DA FAMILIA AIRES.

    1. Possivelmente somos parentes distantes, meus antepassados sao de Catalao, sao os Ayres da Silva, Joao Ayres da silva e seus varios irmaos, ele gerou Affonso Ayres da Silva e minha avo Maria Jose Ayres.

    1. Oi. Meu nome é Rosilaine Ayres, o nome do meu avo era Roldão Ayres da Silva ele faleceu com 104 anos. Mas não sei mas nada. Ele era branco alto acho que ele era de origem alemã não sei bem.

  37. Oi , meu nome é Maria Eurides Aire Nunes , sou filha de Isolda Aires, neta de João Aires de Miranda, bisneta de Mariano Aires Miranda, tataraneta de Manuel Aires de Miranda Martins. Gostaria de ter mais informações sobre os Aires Miranda podem me enviar? meu e-mail é euridesaires@hotmail.com. Agradeço.

  38. Olá, sou Eliseu Aires de Oliveira, neto de Sancho Aires, e filho de Maria das Dores Aires (…), meu avô já é falecido, minha mãe reside no MA, e eu em RR (…), tem ainda ps irmãos e irmãs dela tudo aires (…)!
    Será que já um grupo no Facebook ou no Watts dos Aires? Uma boa ideia para linkar a parentada….!

  39. Olha amigos, sou Amaury Ayres, nasci no dia 10/08/1954(62 anos), venho estudando a genealogia do nome Ayres, por conta das histórias contadas por minha falecida mãe, Maria do Carmo Ayres, nascida em Patos PB em 02/07/1926, minha mãe migrou para o Recife PE na década de 40 com mais ou menos 16 anos de idade, deixando em Patos-PB, seus irmãos, Cícero Ayres da silva, Antonio Ayres da silva, e Delmiro Ayres da silva, minha avó Materna,Maria da Conceição Ayres da silva era muito conhecida naquela região do semiárido paraibano, entre as histórias deixadas por minha mãe, consta a que minha avó, certa vez arrendou um sítio de nome pinhãcó, para plantação de algodão, e ela por ser parteira e rezadeira, todos diziam vamos lá visitar conceição para nos fazer uma reza pra acabar com o mal olhado (crendice da época) daí o sítio passou a ser chamado de sítio de conceição do pinhãcó, virando depois a cidade de conceição do pinhãcó, gostaria que alguem de patos, me remetesse dados confirmado essas histórias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *